quarta-feira, março 18, 2009

Praticando Plena Consciência

Selecionamos nessa semana um texto (clique aqui) onde Thich Nhat Hanh explica uma das práticas mais básicas do budismo, a plena consciência.

Thay ensina que não há paz ou felicidade sem plena consciência. Plena consciência é lembrar de voltar ao momento presente. Tudo que estamos procurando está aqui no momento presente. Se permitirmos a nós mesmos estar no momento presente, teremos a capacidade de tocar as coisas maravilhosas. Mas se não nos permitirmos, continuaremos a lutar. Plena consciência nos ajuda a viver de forma mais feliz e ver a beleza das coisas mais profundamente.

Leia e pratique e depois divida sua experiência sobre o texto (clique aqui) em nosso blog.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal clique aqui ou nos mande um e-mail (clique aqui) para passar a recebê-la diretamente.

4 comentários:

Leandro disse...

"OM NAMAH SHIVA"
"OM NAMAH SHIVA"
"OM NAMAH SHIVA"
"SHIVA OM NAMAH"

As árvores também respiram!!!
e naturalmente se inclinam perante
ao divino Ser interior.

OM SHANTI OM

Charles Machado disse...

Buda nos ensinou, a vida é sofrimento, entre macros e micros sofrimentos, a plena consciência nos faz despertar e pararmos com o sofrimento.

Belo texto!

no dharma

Charles

leo disse...

Para mim, a plena consciência, quando consigo, ajuda a ver as coisas mais claramente, evitanto conflitos e sofrimentos desnecessário. Ajuda também a ver o que há de belo ao meu redor. Quando estou ansioso ou dominado por alguma emoção forte, a visão se turva e tudo fica diferente.

É uma prática, e como toda prática, é necessário exercitar. Percebo que melhoro um pouco a cada mês e ano que passa. Os benefícios são imensos.

Ribamar Lopes - Sanga Natal disse...

Cada vez que leio este blog é como se o sino da plena consciência tocasse chamando-me para a realidade profunda.

Um lótus pra vocês