segunda-feira, junho 20, 2016

A cura da criança interior

A palestra de Dharma (clique aqui) que sugerimos essa semana, ensina como podemos nos reconciliar conosco mesmos e com as lembranças dolorosas que podemos carregar.

Thay ensina que quando éramos crianças, éramos muito vulneráveis. Um olhar severo de nosso pai poderia tornar-nos infelizes. Uma palavra forte de nossa mãe pode causar uma ferida no nosso coração. Quando criança, temos um monte de sentimentos, mas é difícil nos expressarmos. Às vezes, mesmo se podemos encontrar as palavras, os adultos em torno de nós não podem nos ouvir, não escutam, ou não nos permitem falar.

Nós podemos ir para nossa casa interior e falar com a nossa criança, ouvir a nossa criança, e responder diretamente a ele. A criança ainda está lá e pode estar profundamente ferida. Nós negligenciamos a criança em nós por um longo tempo. Temos que voltar e confortar, amar e cuidar da criança dentro de nós.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, junho 03, 2016

Começar de Novo

O que fazer quando precisamos nos reconciliar com alguém, quando fomos feridos e ficamos magoados ou deixamos alguém triste? A prática de Começar de Novo é um bom remédio. Essa prática remonta o tempo do Buda. Suas comunidades de monges e monjas praticavam na véspera de cada lua cheia e lua nova.

No texto de hoje (clique aqui) Thich Nhat Hanh nos ensina essa pratica curadora e também uma prática que ele inventou : a Meditação do Abraço. São duas ferramentas poderosas para nos ajudar em nossos relacionamentos.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, maio 27, 2016

As Cinco Lembranças

Quando olhamos diretamente para as sementes do medo em vez de tentar encobri-las ou fugir, começamos a transformá-las. Nessa semana Thich Nhat Hanh nos apresenta as cinco lembranças (clique aqui) que são uma forma de aceitar verdades que não podemos mudar e assim nos livrar do medo trazendo mais alegria ao momento presente.

As cinco lembranças são:

Eu tenho a natureza do envelhecer. Eu não posso escapar da velhice.
Eu tenho a natureza do adoecer. Eu não posso escapar ter problemas de saúde.
Eu tenho a natureza do morrer. Eu não posso escapar da morte.
Tudo o que é querido para mim, e todos que eu amo, têm a natureza da mudança. Não há maneira de escapar de ser separado deles.
Eu herdo os resultados dos meus atos de corpo, fala e mente. Minhas ações são minha continuação.
Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, maio 20, 2016

Livres do nascimento e da morte

Aonde vamos quando morremos? O que acontece quando morremos? Nós temos amigos que perderam alguém amado e eles perguntam: “Onde está meu amado agora? Onde ele ou ela foi agora?”

O texto dessa semana (clique aqui) discute essas questões bastante profundas através da ótica budista. Thay diz que tem uma fotografia de quando era um garoto de 16 anos. Ele pergunta: "É uma fotografia minha? Eu não tenho tanta certeza. Quem é o garoto na fotografia? É a mesma pessoa que eu sou ou é outra pessoa?".

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, maio 13, 2016

Transmissão

Sugerimos nessa semana um texto de psicologia budista (clique aqui) onde Thich Nhat Hanh descreve a transmissão das sementes da consciência armazenadora de geração a geração.

Ele nos mostra que a maneira de preservarmos nossos filhos e as futuras gerações é cuidar de nós aqui e agora. Essa consciência também nos ajuda a nos reconciliar com nossos antepassados.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, maio 09, 2016

Tomando refúgio na Mãe Terra

No texto (clique aqui) que sugerimos essa semana Thich Nhat Hanh diz que nossa sociedade não está muito saudável. Por isso, muitos estão doentes e nós precisamos de cura e nutrição. Temos nos embriagado com venenos. Nossa mente tem muitos venenos como a ganância, ódio, raiva e desespero. Nosso corpo também tem muitos venenos, porque não sabemos como consumir.

Segundo ele se observarmos, veremos que a Mãe Terra tem o poder, a capacidade de curar-se e curar-nos. Se reconhecermos esse fato, poderemos tomar refúgio nela. Nós nos permitimos ser curados pela Mãe Terra. Ao sentarmos, temos a cura. Enquanto caminhamos, temos a cura. Enquanto respiramos, nós temos a cura.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, maio 02, 2016

Liberando uma percepção errada

Muitas vezes ficamos presos a percepções erradas sobre nós mesmos e sobre o mundo e isso pode causar grande sofrimento. Achamos que conhecemos nosso parceiro ou parceira e perdemos aquele olhar de iniciante que olha tudo com curiosidade.

No texto sugerido (clique aqui) Thich Nhat Hanh nos ensina que a falta de comunicação, entre casais e na família, solidifica essas percepções erradas e pode levar a separação e destruição de famílias. Se pudermos ter tempo para abrir a porta da comunicação do nosso coração e compartilhar com amor os nossos sofrimentos e sonhos, não só o relacionamento vai florescer, mas nossos filhos e a comunidade irão também se beneficiar disso.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, abril 25, 2016

A felicidade de uma só pessoa

Muitas vezes quando iniciamos um relacionamento não conhecemos a nós e ao nosso parceiro suficientemente. Essa falta de conhecimento e de comunicação é causa de muito sofrimento e separações

No texto sugerido (clique aqui) Thich Nhat Hanh nos ensina que ao nos apaixonarmos, construímos uma bela imagem que projetamos em nosso parceiro e podemos ficar um pouco chocados quando nossas ilusões desaparecem e descobrimos a realidade de viver com alguém. A menos que saibamos como praticar plena consciência juntos, olhando profundamente para nós mesmos e para o nosso parceiro, poderemos achar difícil sustentar o nosso amor.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

terça-feira, abril 19, 2016

Abraçando a raiva

Nesse momento de grande divisão e discórdia na sociedade, precisamos desenvolver a consciência de forma a perceber quando a raiva se manifestou em nós. Se deixarmos nossa raiva sozinha, causará estrago para nosso corpo, para nossa mente e talvez para o nosso entorno. Portanto precisamos abraçar nossa raiva, reconhecê-la, aceitá-la e assim transformá-la.

No texto sugerido (clique aqui) Thich Nhat Hanh nos ensina que se alguém nos faz sofrer, é porque esta pessoa também está sofrendo. Alguém que não sabe lidar com seu sofrimento permitirá que ele vaze, e nos tornaremos vítimas do seu sofrimento. Sabemos que alguém que sofre tanto assim precisa de ajuda e não punição. Quando começamos a ver isso, a compaixão nasce, e não sofremos mais. Compaixão é o antídoto para a raiva. Uma vez que estamos motivados pelo desejo de ajudar a outra pessoa a sofrer menos, estamos livres de nossa raiva.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, abril 08, 2016

O quarto nutriente: consciência

No ensinamento do Buda, há quatro tipos de nutrientes. Talvez seja mais claramente descrito no Discurso do Buda sobre os Quatro Tipos de Nutrientes. É uma contemplação muito profunda sobre os quatro tipos diferentes de alimento para o corpo e a mente.

No texto de hoje (clique aqui) Phap Hai (monge sênior da Ordem Interser) nos ensina sobre o quarto tipo de nutriente:a consciência em si ou, mais especificamente, as sementes em nossa consciência. A psicologia da escola de budismo Vijnanavada descreve cinquenta e uma dessas sementes: sementes de felicidade, sementes de alegria, as sementes da paz, da compreensão, da atenção plena, bem como sementes de raiva, ciúme, ódio. Estas também são formas de nutrição.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, abril 01, 2016

O terceiro nutriente: volição

No ensinamento do Buda, há quatro tipos de nutrientes. Talvez seja mais claramente descrito no Discurso do Buda sobre os Quatro Tipos de Nutrientes. É uma contemplação muito profunda sobre os quatro tipos diferentes de alimento para o corpo e a mente.

No texto de hoje (clique aqui) Phap Hai (monge sênior da Ordem Interser) nos ensina sobre o terceiro tipo de nutriente:"volição". Nós também podemos descrevê-lo como "aquela energia que nos move para a frente." Às vezes usamos a palavra “aspiração" ou "intenção". Em nossa vida prática é essencial identificar e definir as nossas intenções.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

domingo, março 13, 2016

14 Treinamentos da Ordem Interser (parte 5)

Na Ordem Interser, há dois grupos de treinamentos. Para os iniciantes existem os 5 Treinamentos de Plena Consciência e para os que desejam entrar na Ordem Interser e colocar na vida uma prática mais profunda, há os 14 Treinamentos da Ordem Interser, que são mais específicos e exigem um nível maior de prática.

Continuando nossa sequência de estudo sugerimos um texto (clique aqui) com os últimos dois treinamentos da Ordem. Lembre-se sempre que o objetivo dos treinamentos não é a sua prática perfeita, 100% correta, o que seria impossível, mas a melhoria contínua, dia a dia, na direção apontada por eles. Escolha um treinamento e tente melhorar um pouco nele. Se auto avalie e veja um aspecto onde você pode trabalhar consigo mesmo. Essa é a prática.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

terça-feira, março 08, 2016

O segundo nutriente: as impressões sensoriais

No ensinamento do Buda, há quatro tipos de nutrientes. Talvez seja mais claramente descrito no Discurso do Buda sobre os Quatro Tipos de Nutrientes. É uma contemplação muito profunda sobre os quatro tipos diferentes de alimento para o corpo e a mente.

No texto de hoje (clique aqui) Phap Hai (monge sênior da Ordem Interser) nos ensina sobre o segundo tipo de nutriente: as impressões sensoriais. as coisas que podemos ver, ouvir, cheirar, provar e tocar. Consumimos comida através de nossos olhos, nariz, ouvidos e corpo. Quando dirigimos pela cidade, ouvimos sons, vemos imagens e sentimos odores, todos estes considerados comida. Muitos dos itens que consumimos contêm toxinas.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, fevereiro 29, 2016

14 Treinamentos da Ordem Interser (parte 4)

Na Ordem Interser, há dois grupos de treinamentos. Para os iniciantes existem os 5 Treinamentos de Plena Consciência e para os que desejam entrar na Ordem Interser e colocar na vida uma prática mais profunda, há os 14 Treinamentos da Ordem Interser, que são mais específicos e exigem um nível maior de prática.

Continuando nossa sequência de estudo sugerimos um texto (clique aqui) com mais três treinamentos da Ordem. Lembre-se sempre que o objetivo dos treinamentos não é a sua prática perfeita, 100% correta, o que seria impossível, mas a melhoria contínua, dia a dia, na direção apontada por eles. Escolha um treinamento e tente melhorar um pouco nele. Se auto avalie e veja um aspecto onde você pode trabalhar consigo mesmo. Essa é a prática.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, fevereiro 22, 2016

O primeiro nutriente: os alimentos comestíveis

No ensinamento do Buda, há quatro tipos de nutrientes. Talvez seja mais claramente descrito no Discurso do Buda sobre os Quatro Tipos de Nutrientes. É uma contemplação muito profunda sobre os quatro tipos diferentes de alimento para o corpo e a mente.

No texto de hoje (clique aqui) Phap Hai (monge sênior da Ordem Interser) nos ensina sobre o primeiro tipo de nutriente: os alimentos comestíveis. Ele nos pergunta "como esta comida nutre meu corpo?" "Como ela nutre minha mente?" "Como essa comida me cura?" Esses tipos de reflexão desenvolvem uma relação de ajuda e cura para com os alimentos que colocamos em nossas bocas. Este alimento é o mais simples dos quatro nutrientes para praticarmos porque tem a ver com os nossos corpos físicos.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

À procura da felicidade

Essa semana trazemos um texto de Phap Hai, monge sênior da tradição de Plum Village, que nos ensina que é natural quer resolver nossas dificuldades, mas se formos realmente honestos conosco mesmos, temos que admitir que continuamos a procurar nos lugares errados. Sempre procuramos a coisa que achamos que vai nos curar. Achamos que precisamos de mais uma condição, só mais uma coisa.

No texto (clique aqui) dessa semana ele nos ensina que ao invés de correr à procura de pequenos confortos para aliviar nossa insatisfação, nosso desconforto, você precisa descobrir o grande conforto.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, fevereiro 01, 2016

14 Treinamentos da Ordem Interser (parte 3)

Na Ordem Interser, há dois grupos de treinamentos. Para os iniciantes existem os 5 Treinamentos de Plena Consciência e para os que desejam entrar na Ordem Interser e colocar na vida uma prática mais profunda, há os 14 Treinamentos da Ordem Interser, que são mais específicos e exigem um nível maior de prática.

Continuando nossa sequência de estudo sugerimos um texto (clique aqui) com mais três treinamentos da Ordem. Lembre-se sempre que o objetivo dos treinamentos não é a sua prática perfeita, 100% correta, o que seria impossível, mas a melhoria contínua, dia a dia, na direção apontada por eles. Escolha um treinamento e tente melhorar um pouco nele. Se auto avalie e veja um aspecto onde você pode trabalhar consigo mesmo. Essa é a prática.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, janeiro 22, 2016

14 Treinamentos da Ordem Interser (parte 2)

Quando Thich Nhat Hanh criou a Ordem Interser, instituiu dois grupos de treinamentos. Para os iniciantes criou os 5 Treinamentos de Plena Consciência e para os que desejavam entrar na Ordem Interser e colocar na vida uma prática mais profunda, criou os 14 Treinamentos da Ordem Interser, que são mais específicos e exigem um nível maior de prática.

Nessa semana sugerimos um texto (clique aqui) com mais três treinamentos da Ordem. O objetivo dos treinamentos não é a prática perfeita deles, o que seria impossível, mas a melhoria contínua, dia a dia, na direção apontada por eles. É o caminho da iluminação.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sábado, janeiro 09, 2016

14 Treinamentos da Ordem Interser (parte 1)

Quando Thich Nhat Hanh criou a Ordem Interser, instituiu dois grupos de treinamentos. Para os iniciantes criou os 5 Treinamentos de Plena Consciência e para os que desejavam entrar na Ordem Interser e colocar na vida uma prática mais profunda, criou os 14 Treinamentos da Ordem Interser, que são mais específicos e exigem um nível maior de prática.

Nessa semana sugerimos um texto (clique aqui) com os três primeiros treinamentos da Ordem. O objetivo dos treinamentos não é a prática perfeita deles, o que seria impossível, mas a melhoria contínua, dia a dia, na direção apontada por eles. É o caminho da iluminação.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

terça-feira, dezembro 08, 2015

Aquecimento Global e Plena Consciência

Os sinos de plena consciência estão soando. Por toda a Terra estamos experimentando enchentes, secas e incêndios florestais. O gelo está derretendo no Ártico e furacões e ondas de calor estão matando milhares. As florestas estão desaparecendo rapidamente, os desertos estão crescendo, espécies estão se extinguindo cada dia, e mesmo assim continuamos a consumir, ignorando o soar dos sinos.

Em tempos de Conferência sobre o Clima, o texto (clique aqui) sugerido dessa semana traz um alerta de Thich Nhat Hanh, nos mostrando que os sinos de plena consciência sobre a situação de nosso planeta estão soando, mas poucos estão ouvindo e agindo realmente. O que você está fazendo de concreto para mudar a situação do planeta?

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, novembro 27, 2015

Observar a respiração

No estilo de prática Plum Village, uma hora de estudo devem ser iguais a sete horas de prática; para cada hora de aprendizagem em um livro, precisamos ter sete horas de colocar isso em prática. Muitos de nós são muito bons em aprender um monte de conceitos e terminologias budistas: lendo livros de Dharma, sutras, comentários e assim por diante, mas na verdade não são tão bons pegando estas práticas e aplicando-as nas nossas vidas diárias.

No texto sugeriido Brother Phap Hai (clique aqui) nos ensina a prática básica de Plum Village, a atenção plena na respiração e nos pergunta porque temos dificuldade de praticar e mantemos nossa espiritualidade apenas no nível mental? Como isto se relaciona com as nossas energias de hábito ou zonas de conforto?

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, novembro 20, 2015

Chegando

Porque você é um praticante de meditação? O que é que você está buscando? Por que você ainda está praticando? Essa semana Brother Phap Hai (clique aqui) nos faz essas e outras perguntas e tenta nos ajudar a respondê-las em profundidade.

Nesse texto, Phap Hai também ensina que o libertador para uma pessoa pode ser o opressivo para outra. Como todos nós temos diferentes sofrimentos, pontos fortes, fraquezas e tendências para trabalhar, a prática de uma pessoa não se parecerá com a prática de outra pessoa. Ao se permitir mergulhar em um nível mais profundo, você vai descobrir a sua motivação, a energia que te move para a frente. O que é que você está procurando?

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

quarta-feira, novembro 18, 2015

Sangha Viver Consciente com endereço novo

A Sangha Viver Consciente está de casa nova! O novo local de reuniões fica na Rua Jornalista Orlando Dantas 5 (perto do metrô Flamengo) - Rio de Janeiro. O horário das reuniões continua o mesmo: todas as terças às 19:30hs.

Parabéns a Sangha pelo esforço em manter o grupo unido!

sexta-feira, novembro 13, 2015

Alcançando a felicidade

Nesta semana o texto (clique aqui) que sugerimos parte das seguintes perguntas: "O que alimenta a alegria em mim? O que nutre a alegria nos outros? Será que estou alimentando suficientemente a alegria em mim mesmo e nos outros?"

Nesse texto, Thich Nhat Hanh nos oferece uma visão geral sobre as Quatro Nobres Verdades com maior destaque aqui para a Terceira Nobre Verdade: existe uma saída para o sofrimento. Sofrimento é a nossa ansiedade, nosso medo, nossa depressão, nossa inquietude. Qual o caminho para uma vida mais feliz, verdadeiramente feliz?

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

sexta-feira, novembro 06, 2015

Equilibre sua vida espiritual (parte 2)

Essa semana sugerimos a leitura da continuação do texto (clique aqui) de Phap Hai, monge sênior na tradição de Plum Village, onde ele compartilha a importância de criar um equilíbrio dinâmico na nossa vida espiritual.

Nesse texto Phap Hai falou sobre nossa vida espiritual como sendo composta por quatro aspectos: estudar, praticar, trabalhar e brincar. Quando vivemos de forma equilibrada, estas quatro áreas formam um padrão harmonioso ou mandala de prática em nossas vidas diárias. Nesse segundo texto estão incluídos os dois últimos aspectos.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

segunda-feira, novembro 02, 2015

Reuniões da Sangha Viver Consciente suspensas

Momentaneamente por falta de local de prática, as reuniões da Sangha Viver Consciente estão suspensas. Assim que a Sangha se estabelecer em novo local informaremos através desse blog.

domingo, novembro 01, 2015

Equilibre sua vida espiritual (parte 1)

Phap Hai é um monge sênior na tradição de Plum Village, e já, inclusive, esteve no Brasil oferecendo retiros. Recentemente lançou um livro do qual retiramos esse texto (clique aqui) onde ele compartilha a importância de criar um equilíbrio dinâmico na nossa vida espiritual.

Nesse texto Phap Hai falou sobre nossa vida espiritual como sendo composta por quatro aspectos: estudar, praticar, trabalhar e brincar. Quando vivemos de forma equilibrada, estas quatro áreas formam um padrão harmonioso ou mandala de prática em nossas vidas diárias. Nesse primeiro texto estão incluídos os dois primeiros aspectos.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

quinta-feira, outubro 22, 2015

Aprendendo a falar a verdade

Recomendamos a leitura do texto (clique aqui) retirado de uma palestra de Dharma de Thay Phap An, professor de Dharma de Plum Village.

Nessa aula o monge sênior mostra que temos que buscar formas habilidosas para falarmos a verdade de modo que possamos regar as sementes positivas do outro. Regar essas sementes positivas é a base para que possamos encarar nosso sofrimento sem sermos subjugados por ele. Ele ensina que Verdade é algo que tem a capacidade de reconciliar, dar às pessoas esperança, dar felicidade às pessoas. Quando você fala e causa dano, embora possa estar correto, não é nenhuma verdade.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

quinta-feira, outubro 15, 2015

Perguntas e Respostas

Essa semana escolhemos uma sessão de perguntas e respostas (clique aqui) com Thich Nhat Hanh durante um retiro.

No texto ele responde às seguintes perguntas: O que fazer quando tentamos praticar a fala e escuta amorosa no trabalho, mas os colegas respondem com muito cinismo? Como posso mostrar a pessoas intolerantes que a religião delas não é o único modo de preenchimento espiritual? O que pode nos dar o conforto de que nossos amados irão continuar em outras formas após morrerem? O que acontecerá aos outros monges e monjas e à Sangha quando o Thay se for? Há um caminho espiritual para aqueles que estão lutando contra doenças incuráveis?

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

quinta-feira, outubro 08, 2015

A prática da autorregulação (Cinco práticas parte 2)

Todos queremos ser felizes, e há muitos livros e professores no mundo que tentam ajudar as pessoas a se tornarem mais felizes. Contudo, ainda continuamos a sofrer. Que práticas podemos incorporar para que possamos ser mais felizes?

Thich Nhat Hanh no texto sugerido (clique aqui) nos ensina 5 práticas que nos ajudam: “Deixar ir”, “Atraindo sementes positivas”, “Plena Atenção”, “Concentração” e “Discernimento”.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

Ajuda para Sangha Viver Consciente

A Sangha Viver Consciente do Rio de Janeiro acaba de ser notificada que terá que deixar até o final de outubro o seu local de prática. A sangha ocupa esse espaço desde sua fundação em 2006 e, para não terminar suas atividades, terá que encontrar um novo local onde possa receber todos os praticantes. Caso você conheça algum local que possa abrigar a Sangha na Zona Sul do Rio de Janeiro, por favor, nos avise.O local precisa ter pelo menos 30 m2 para que possamos receber todos com conforto.

Esperamos conseguir um novo local de prática rapidamente e assim que houver avisaremos a todos.