domingo, setembro 15, 2019

Olhando e ouvindo em plena atenção

A atenção plena pode ser cultivada pelos nossos ouvidos, olhos, pés e respiração. Precisamos saber como usar nossos olhos para nutrir nossa atenção plena. Nós também podemos fortalecer nossos olhos e usá-los para olhar atentamente. Olhando atentamente, vamos ver mais profundamente. O que vemos pode fortalecer nossa atenção plena, e a atenção plena também nos ajuda a enxergar mais conscientemente. Nossos olhos e a plena atenção ajudam um ao outro. O mesmo acontece com o som. Para ouvir profundamente, você tem que trazer sua mente de volta ao seu corpo e perceber a unidade do corpo e da mente.

Essa semana compartilhamos um texto (clique aqui) onde Thich Nhat Hanh nos nos ensina que aqueles de nós que praticam a atenção plena devem cultivar a arte de olhar e ouvir profundamente. A escuta e visão consciente são práticas importante que pode aliviar muito sofrimento.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

domingo, setembro 08, 2019

Mente e Corpo Intersão

Nos ensinamentos do Buda, a expressão namarupa é por vezes usada para se referir à nossa pessoa. Nama significa "mental" e rupa significa "físico". Fazemos uma distinção entre o físico e o mental. Pensamos que nosso corpo é físico e nossos sentimentos, percepções, formações mentais e consciência são mentais.

Essa semana compartilhamos um texto (clique aqui) onde Thich Nhat Hanh nos nos ensina que pensamos que a mente e a matéria são opostas, mas a mente pode se manifestar como matéria e a matéria pode se manifestar como mente. Estamos acostumados a dizer que o corpo não é a mente e que a mente é o sujeito da investigação, o conhecedor. A mente quer conhecer o corpo e o corpo é o objeto. Mas de acordo com o princípio ensinado no texto, o insight só é possível com sujeito e objeto juntos.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

domingo, setembro 01, 2019

Eu te entendo o suficiente?

Em qualquer relacionamento, você pode querer verificar se entendeu a outra pessoa. Se a comunicação e a harmonia existem, isso significa que existe compreensão mútua. Não espere até que a outra pessoa tenha rompido o relacionamento ou esteja cheia de raiva para fazer uma pergunta muito importante.

Essa semana compartilhamos um texto (clique aqui) onde Thich Nhat Hanh nos nos ensina que se quisermos fazer alguém feliz, pergunte "Você acha que eu te entendo o suficiente?" A outra pessoa dirá se você não a entendeu o suficiente. Ela saberá se você é capaz de ouvir com compaixão. Essa é a linguagem do amor.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.