quinta-feira, janeiro 31, 2008

Jogar Fora

Para leitura nesse feriado de Carnaval, sugerimos a palestra de Dharma oferecida por Thich Nhat Hanh em 2006(clique aqui) onde ele ensina a prática de "jogar fora".

Segundo ele jogar fora é uma prática maravilhosa. A pergunta que você pode fazer é: Jogar fora o quê? Jogar fora aqui significa jogar fora percepções erradas, idéias, noções que são a base de nosso sofrimento. É a prática mais importante na meditação budista. Você tem uma idéia e a mantém por muito tempo e continua a sofrer. Você pode ter idéias sobre o que deveria ser sua felicidade, e pode ser por causa dessas idéias que nunca é completamente feliz.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal clique aqui ou nos mande um e-mail (clique aqui) para passar a recebê-la diretamente.

3 comentários:

andrea disse...

Esse texto é muito legal, pois nos dá a visão ampla de que todos nós estamos interrelacionados uns com os outros, e, assim com todo o universo. Cada um de nós temos uma partícula divina e como temos ascendentes e descendentes, estes transferem e recebem um pouco de nós tb.

Leo disse...

A idéia de tempo de vida para mim talvez seja a mais difícil de jogar fora, mas com o passar dos anos tenho me tornado "menos apegado" a ela. Agora que vejo o nascimento de meu filho, percebo que ele não vem do nada. Ele veio de mim e da mãe e de tudo que vivemos para trás. Ele não apareceu. Ele sempre esteve lá, em cada segundo de nossa vida. Ele é a continuação de uma história muito longa que remonta o início do universo. Ele é um milagre, uma nova manifestação dessa Terra, mas que sempre existiu.

heide disse...

... "De dentro pra fora de fora pra dentro. a toda hora e todo momento..."