segunda-feira, maio 08, 2017

Meus verdadeiros nomes

A semente da discriminação reside em todos nós. Os oprimidos e os opressores estão dentro de cada um de nós, e nossa prática é alcançar a sabedoria da não discriminação. Uma sabedoria extremamente importante nesse mundo cada vez mais polarizado entre "nós" e "eles".

O texto sugerido (clique aqui) é para mim um dos textos mais belos que Thich Nhat Hanh já escreveu. Cada vez que leio abre meu coração e abre meus olhos. Um texto que irradia puro amor. Ele nos convida a pararmos de nos alimentar com ódio e discriminação contra outros diferentes de nós e buscarmos a ação sábia capaz de curar o futuro.

Se você quiser ler a nossa newsletter semanal (clique aqui) ou nos mande um e-mail para contato@viverconsciente.com para passar a recebê-la diretamente.

Um comentário:

Geraldo Quites disse...

Nosso caminho teve um início e não terá fim. Uma das lei naturais nosso incita ao acerto, sempre. As lições antepõem o ato de acertar. Cada lição compreendida é uma nova conquista e cada conquista nos traz paz ao coração. O sofrimento é a lição ainda não compreendida, o que chamamos de erro. Ao mudarmos o sentimento do erro para lição, muda nossa forma de enxergarmos o nosso eu. Não existe o caminhar sem lições.