quarta-feira, agosto 22, 2007

Aprendendo a lidar com a raiva

Nesse excelente texto (clique aqui), Thich Nhat Hanh ensina como podemos lidar com um dos venenos da mente, a raiva. O Thay ensina que a raiva é uma emoção extremamente destrutiva mas infelizmente muito presente na nossa civilização.

Ele diz que quando você sentir raiva, volte-se para dentro de si mesmo e cuide dela o melhor que puder. E quando alguém fizer você sofrer, cuide do seu sofrimento e da sua raiva. Não diga nem faça nada. Qualquer coisa que você disser quando está com raiva pode causar ainda mais dano ao relacionamento. No entanto, a maioria de nós não faz isso. Em vez de nos voltarmos para dentro de nós e cuidarmos da raiva, queremos ir atrás da outra pessoa para puni-la.

O Buda nos deu instrumentos extremamente eficazes para apagar o fogo que arde dentro de nós: o método da respiração consciente, o método do andar consciente, o método de abraçar nossa raiva, o método de examinar profundamente a natureza das nossas percepções e o método de observar profundamente a outra pessoa para compreender que ela também sofre muito e precisa de ajuda. Esses métodos são muito práticos e procedem diretamente do Buda.

Se você quiser ler a newsletter semanal clique aqui ou nos mande um e-mail (clique aqui) para passar a recebê-la diretamente.

7 comentários:

Anônimo disse...

Interessante.

Fiquei pensando no "abraçar a raiva".

Demorei um pouco a entender que abraçar a raiva não é aceitar e manter a raiva.

Abraçar a raiva é compreendê-la e direcionar a... digamos... quantidade de energia da raiva para outro fim além da raiva.

Abraçar a raiva é sublimá-la.

Paulo

Shirley disse...

Infelizmente, acabo de ter uma situação que me gerou raiva e eu falei o que sentia. Agora é tarde. Já falei. E falei pq achei que estava certa. Estava, mas talvez não precisasse de tanta carga.
O que posso fazer agora é tentar conversar pra ver o que dá pra restaurar, se é que é possível.
É tudo que resta.

Anônimo disse...

De hoje em diante, vou começar a abraçar minha raiva.
Obrigada

Domingos disse...

Domingos
Acho que aprender a lidar com a raiva é olhar para ela sem medo, verificar todos os seus sintomas, começar a respirar para aclmar a mente e assim poder ver com clareza tudo que está acontecendo.

bado disse...

Segundo Nhat Hanh, a raiva existe. É um veneno que faz o sangue da pessoa ferver por dentro, a função respiratória é alterada,química,física e psicologicamente. Ele nos dá a solução para lidar com este sentimento: mudar de foco do exterior para o interior. Ensina-nos a não reagir. É preciso voltar a respiração para seu normal, por isso insiste na respiração com plena consciência.Já experimentei o método e deu certo. A raiva não fica reprimida e nem a gente explode sobre ninguém.

Anônimo disse...

Na maioria das vezes, a raiva é causada por atos de outras pessoas. Thich Nhat Hanh ensina a dizermos, mesmo que mentalmente: <> Com essa afirmação, procuramos transformar a raiva em compaixão, que nada mais é do que sentirmos a dor do outro, procurando compreender os seus atos, seus sofrimentos e as suas motivações. Não é fácil, mas tudo é questão de treino. Comece pelos pequenos sentimentos de raiva que, as vezes, afloram no dia a dia.

A meditação "mindfulness" (atenção plena) e a meditação "metta" (compaixão) ajudam a mantermos a nossa serenidade, identificando os sentimentos negativos de modo a mantermos no controle de nossa consciência.

Namastê.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.